FLORA INTESTINAL, PRÉ E PROBIÓTICOS

Posted by Dra. Anabela Claro | 19/07/2019 | Artigos
Flora Intestinal

FLORA INTESTINAL, PRÉ E PROBIÓTICOS

A microbiota intestinal, ou flora intestinal, como é mais comummente conhecida, é constituída por um conjunto de microrganismos presentes no intestino do ser humano, onde mantém com ele uma relação com benefício mútuo, designada por SIMBIOSE.

A flora bacteriana começa a formar-se logo após o nascimento, adquirindo uma composição estável na idade adulta. Ao longo da nossa vida a microbiota é influenciada por diversos fatores como, desde logo, a colonização materna, a alimentação, a exposição ambiental e o uso de antibióticos. Qualquer um destes fatores pode precipitar um desequilíbrio da flora intestinal, designada por DISBIOSE, conduzindo a uma diminuição na diversidade bacteriana, o que tem vindo a estar relacionado com o aparecimento de várias doenças.

A relação entre a microbiota intestinal e a saúde do Homem, tem despertado um interesse cada vez maior no estudo e adoção de medidas de prevenção e tratamento de diversas doenças, baseadas na reposição e manutenção da flora intestinal, através do aumento da ingestão de prebióticos e probióticos.

Os PREBIÓTICOS são fibras (hidratos de carbono não digeríveis) que servem de alimento à flora intestinal e aos probióticos ingeridos, exercendo um efeito fisiológico benéfico para a saúde e bem-estar do organismo, uma vez que, estimulam de forma seletiva o crescimento e a atividade desses microrganismos.

Os PROBIÓTICOS são conhecidos como as bactérias “boas” que conferem um bom efeito à saúde do ser humano. Os probióticos são microrganismos vivos que quando consumidos em quantidades adequadas enriquecem a flora já existente no intestino, protegendo o organismo contra as bactérias patogénicas. Os géneros bacterianos Lactobacillus e Bifidobacterium, e a levedura Saccharomyces são os probióticos mais conhecidos.

A saúde intestinal é essencial para o bem-estar geral do nosso organismo. O intestino é responsável por diversas funções vitais muito importantes que incluem não só a digestão, mas também a absorção de nutrientes e a defesa do organismo. Uma dieta rica em fibras e baixo teor de gorduras, exercício físico e a diminuição do consumo de álcool e tabaco, são medidas que promovem essa salubridade.

Também o consumo de SIMBIÓTICOS, suplementos que misturam prebióticos com probióticos, permite um reforço adequado da flora bacteriana, ajudando a melhorar a função intestinal. Este tipo de produtos têm uma utilização com grande sucesso ao nível da prevenção e tratamento da diarreia, obstipação e trânsito intestinal desregulado.

Há ainda muita investigação a decorrer nesta área, mas as evidências apontam para o enorme potencial dos simbióticos na prevenção de várias doenças intestinais e no reforço do sistema imunitário, melhorando a capacidade que o organismo tem de se defender de possíveis infeções.

Olhe por si, olhe pela sua saúde e ESCOLHA UMA VIDA MAIS SAUDÁVEL! Para mais informações, clique aqui.