Saúde A-Z

VÓMITOS E DIARREIAS NAS CRIANÇAS

Nas crianças os vómitos e a diarreia podem ser problemas comuns constituindo motivos de preocupação por parte dos pais. As causas mais frequentes que podem estar na origem destes episódios são:

  • Gastroenterite: inflamação do intestino devido a uma infeção por vírus, bactérias ou parasitas que podem entrar no organismo por meio do consumo de água e/ou alimentos contaminados.
  • Intoxicação alimentar: consumo de alimentos que contêm toxinas produzidas por microrganismos, o que leva ao aparecimento de sintomas poucas horas após o seu consumo.
  • Efeito secundário da toma de antibióticos: alteração da flora intestinal provocando, por vezes, diarreia. 

Dependendo da causa, é possível que surjam outros sintomas como náuseas, febre, dor abdominal, falta de apetite, cólicas fortes, perda de peso, fraqueza e mal-estar geral. É fundamental que a causa seja identificada para que seja possível iniciar o tratamento mais adequado.

Em qualquer uma das situações, a alimentação deve ser leve e de fácil digestão, sendo importante dar preferência aos alimentos cozidos. É também recomendado que seja evitado o consumo de alimentos crus e ricos em fibras ou gorduras, já que podem provocar ainda mais irritação no intestino e piorar a diarreia e o vómito. Algumas sugestões passam por arroz cozido com cenoura, carnes brancas, como peru ou frango, peixe cozido e frutas sem casca ou cozida, como maçã, pera ou banana.

Normalmente a diarreia é autolimitada e de curta duração. É importante assegurar uma contínua ingestão de líquidos para evitar a perda de água e sais minerais e a consequente desidratação.  Se as dejeções diarreicas e os episódios de vómitos forem muito frequentes, é recomendado a toma de soluções de reidratação oral para a correção da perda de líquidos e eletrólitos. 

Deve ser consultado um médico, se a situação piorar em 48h ou não melhorar com as medidas anteriormente mencionadas. A diarreia não transitória pode ser sinal de outra patologia e por isso deve ser sempre avaliada a sua causa.

No caso da intoxicação alimentar é fundamental que a toxina seja eliminada do organismo, o que acontece através da eliminação das fezes. Algumas vezes pode ser necessário o uso de antibióticos, que deverão ser receitados pelo médico, se necessário.

Para além disso, pode ser também vantajoso aumentar o consumo de alimentos/suplementos probióticos, de forma a reforçar a flora bacteriana melhorando assim a função intestinal e o alívio do episódio de diarreia.

Olhe por si, olhe pela sua saúde e ESCOLHA UMA VIDA MAIS SAUDÁVEL! Para mais informações, clique aqui.

Anabela Claro

 

Fechar

BOULACTIS PLUS

15,50
8 Saquetas

Indicações:

  • Alívio sintomático da diarreia
  • Prevenção ou alívio da diarreia induzida por antibióticos
  • Regularização da flora intestinal
Fechar

VITANIUM KIDS

13,80
100 ml de Solução Xaroposa

Indicações:

  • Carências nutricionais
  • Falta de apetite
  • Reforço de micronutrientes
Fechar

HIDRARAPID

12,40
20 Saquetas

Indicações:

  • Diarreia
  • Vómitos
  • Défice de ingestão de água
  • Sudorese excessiva
Fechar

COMPLEXO B Solução Xaroposa

6,85
100 ml de Solução Xaroposa

Indicações:

  • Cansaço e fadiga física/mental
  • Aftas e outras alterações das mucosas
  • Falta de apetite
  • Sistema imunitário debilitado

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *